Sistema educacional público nos EUA

Essa semana iniciou o ano letivo 2019/2020 nos Estados Unidos. E como sou educadora e mãe, hoje vivendo essa experiência junto ao meu filho não tive como não perceber algumas diferenças fundamentais no sistema educacional dos dois países que gostaria de compartilhar.

Sobre o senso de responsabilidade social da comunidade é apuradíssimo. A escola é pública, paga com os impostos gerados naquele determinado bairro ou cidade, portanto onde se recolhe mais impostos a escola tende a ter mais recursos.

Embora haja a captação dos recursos por condado, as famílias entendem que deve haver participação efetiva para um bom resultado na educação da criança. Não é responsabilidade apenas da escola, ela é apenas uma ferramenta para instrução cognitiva das crianças.

E os pais são convidados a servirem na comunidade escolar como podem, ajudando na cantina, estacionamento, tirando cópias, organizando eventos. Também compreendem que não podem aguardar recursos apenas do governo, que são colaboradores efetivos da escola fazendo doações de materiais, trabalhos e o que mais for necessário.

E algo muito interessante: não se houve reclamações como já pago meus impostos, o governo que precisa providenciar isso. Se colocar à disposição para contribuir é natural já que se está usufruindo de um serviço.

Há uma relação de respeito que se estende aos professores e alunos. O ambiente interno é bem cuidado e se vê alegria mas com muita ordem e disciplina.

Claro, que o sistema tem suas falhas e num próximo post podemos discutir isso também, no entanto o que ficou muito claro é que quando todos assumem sua responsabilidade, os serviços ganham em qualidade e todos são beneficiados.

6 thoughts on “Sistema educacional público nos EUA

  1. Parabéns Luciana, ótimo texto. Fica a dica para todos nós, pais, nos envolvermos mais nas escolas dos nossos filhos!

Comments are closed.