Amazônia não é o “pulmão do mundo” Anitta Rousseff

Em suas redes sociais, a cantora Anitta passou a reiterar a importância da proteção ao meio ambiente, em especial à Amazônia. Em um vídeo que viralizou na internet, ela desenvolve um raciocínio em que deixa a entender que se não protegermos a Amazônia, logo ficaremos sem oxigênio.

Após discurso em defesa da Amazônia, internautas comparam Anitta a ex-presidente Dilma e virou motivo de piadas ao gravar vídeo enfatizando importância da floresta no fornecimento de oxigênio ao planeta.

Contudo este raciocínio não está de acordo com a realidade. Apesar disto, é válido frisar que especialistas confirmam a importância climática da Floresta Amazônica, mesmo que no tocante ao oxigênio ela não desempenha função crucial.

“A Amazônia ela não altera muito o balanço de oxigênio. Ela, por exemplo, retira, anualmente, até dois bilhões de toneladas de gás carbônico da atmosfera, através da fotossíntese, e ela retorna para atmosfera cerca de 1,5 bilhões de toneladas de oxigênio. Só que 1,5 bilhões de toneladas de oxigênio é uma fração muito pequenininha, 0,001% do oxigênio do planeta”, explicou o climatologista Carlos Nobre.continua após a publicidade

Para o pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Paulo Sérgio Salomon, a maior parte do oxigênio presente na atmosfera foi acumulado em bilhões de anos ao longo da história do planeta. Ele ainda reiterou a importância de fitoplâncton e algas microscópicas que também produzem oxigênio nos oceanos.

“O avanço no conhecimento tem mostrado que essa função de produtor de oxigênio é compartilhada em aproximadamente 50% com o fitoplâncton”.

Informações do Jornal Nacional.